× Home Vidas Impactadas Carreiras Advogados Fale Conosco   search
 

LOA 2022 e precatórios: plano para o ano que vem já está no Congresso

matheus-alvarenga
15 de setembro de 2021
LOA 2022 e precatórios: plano para o ano que vem já está no Congresso

A previsão de pagamento na LOA 2022 de precatórios já foi enviada ao Congresso Nacional, no dia 31 de agosto. Agora, a Lei Orçamentária Anual aguarda aprovação para estabelecer as receitas e despesas do Governo Federal no próximo ano. 

Em outras palavras, ela funciona como uma espécie de “ponte” entre o que foi incluído no plano plurianual e o que será, em definitivo, executado.

Para a LOA 2022, os precatórios permanecem como despesas do Governo Federal, ainda sem alteração quanto ao prazo, conforme propõe a PEC dos precatórios, que propõe o parcelamento dos títulos. 

Nesse artigo, iremos esclarecer todas as dúvidas sobre a LOA 2022 e os precatórios, além do funcionamento dos orçamentos previstos e possíveis datas de pagamentos dos títulos federais. Confira conosco e boa leitura!

Projeto da LOA 2022 já foi enviada ao Congresso

Primeiramente, antes de entender sobre a LOA 2022 e o regime dos precatórios (nosso principal objetivo aqui), vamos explicar resumidamente sobre a LOA, a fim de que não a confundamos com o Plano Plurianual (PPA) e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

O PPA tem vigência de 4 anos e estabelece diretrizes, objetivos e metas para o Governo Federal. A LOA, a partir do PPA, estima os gastos, a arrecadação e programa o que será feito com o orçamento para o ano seguinte. 

Ou seja, ela verifica a viabilidade de execução. 

E por último, a LOA aponta o que será feito dentro daquele ano. Por isso, é importante considerar que ao apresentar a LOA 2022 para precatórios, significa que os títulos públicos federais já possuem uma estimativa de receita. 

pasta malhete loa 2022 precatorios lista de credores venda precato

Assim, o que irá decidir sobre o pagamento deles é a Lei Orçamentária Anual (LOA), que lista, um a um, todos os títulos que estão previstos para serem realmente quitados no ano que vem, conforme a consulta de precatórios esclarece, posteriormente.

De acordo com o projeto de lei apresentado – e que ainda pode receber alterações e emendas -, existem R$ 89,1 bilhões destinados para o pagamento de precatórios em 2022.

Todavia, devido à expansão do Bolsa Família e ao desejo do Governo Federal de rever os pagamentos de precatórios, isso pode mudar, uma vez que a alternativa proposta para ampliar o programa social é parcelar precatórios em até 10 anos.

Atualmente, após figurar na LOA, um precatório é pago em sua totalidade no prazo máximo de cerca de 1 ano e meio. Historicamente, ela é publicada em setembro, e a previsão do pagamento é até dezembro do ano seguinte.

LOA 2022: precatórios têm orçamento previsto

A maior preocupação de quem possui títulos públicos federais a receber, seja precatórios ou RPVs, está exatamente na tentativa de alteração da lei por parte do governo. 

Isso porque, mesmo tendo destinado mais de R$ 89 bilhões apenas para precatórios, esse valor é estimado. 

Em outras palavras, apenas após a aprovação da LOA 2022 dos precatórios é que se sabe quais os credores, já com títulos julgados, irão figurar na relação de pagamento.

Caso não haja alteração por causa da PEC do Precatórios, as regras atuais se mantém, inclusive no que diz respeito a prioridades. Se houver mudanças, só é possível saber quais são após o texto ser aprovado pelo Congresso e sancionado pelo presidente.

Importante lembrar que dentro da Lei Orçamentária Anual da União estão os precatórios federais, que foram encaminhados por cada um dos Tribunais Regionais Federais (TRF1, TRF2, TRF3, TRF4 e TRF5) até o primeiro semestre de 2021. 

Os precatórios que foram julgados nestes tribunais a partir do dia 2 de julho serão encaminhados apenas no próximo ano e deverão seguir os trâmites legais da mesma forma, a fim de figurarem na LOA e receberem previsão de pagamento.

Como funciona o pagamento de precatórios na LOA 2022

Como explicamos acima, a LOA 2022 e precatórios com pagamento previsto consideram títulos já julgados, e com a data limite de 1º de julho deste ano. 

Os títulos julgados após 1º de julho de 2021 serão inclusos, caso se mantenha a mesma regra atual, apenas em 2023.

calculadora tabelas pagamento loa 2022 precatorios como funciona precato

De acordo com depoimento do Secretário Especial da Fazenda Bruno Funchal, houve um aumento significativo de precatórios e a PEC que discute sobre eles pode, se aprovada, ser aplicada já para o atual orçamento previsto. 

Dessa forma, ela permitiria, por exemplo, um parcelamento dos precatórios já julgados e daria maior liberdade ao governo para utilizar o orçamento reservado na LOA 2022 para precatórios em programas sociais, por exemplo.

Aliás, a polêmica sobre o assunto se agrava justamente quando se observa que o Bolsa Família pretende ampliar os atendidos pelo programa. E que a melhor saída do Governo Federal seria transpor recursos dos precatórios.

PEC dos precatórios pode afetar pagamentos no ano que vem

A possível aprovação da PEC dos precatórios, conforme a redação atual do projeto, impactaria de forma rígida quem possui títulos a receber do Governo Federal. 

Afinal, já houve um aumento superior ao orçamento do primeiro ano do Governo Bolsonaro em 143%.

Todavia, ainda que o Instituto Fiscal Independente (IFI) classifique a PEC dos precatórios como uma “contabilidade criativa”, os credores estão com medo de um atraso nos precatórios ainda maior e um parcelamento que pode durar até 10 anos.

E a partir dele, o credor poderia, por exemplo, ter em mãos apenas 15% do montante e o resto com pagamento anual que poderia levar até uma década! Contudo, o tempo para pagamento dependeria do valor do título e de qual será o limite estabelecido, o que ainda não foi definido.

Saia da fila e receba seu precatório em 24 horas

E agora que você já sabe mais sobre a LOA 2022 e precatórios, seus trâmites e mudanças que podem acontecer, você precisa conhecer a Precato.

Com 16 anos de experiência em negociação de precatórios federais, nós podemos antecipar seu título já julgado, de maneira ágil, segura e transparente. A venda de precatórios é uma opção legal e segura para quem não quer esperar mais.

Dessa forma, quem possui precatórios a receber do governo, poderá tranquilamente realizar seus projetos e sonhos, sem aguardar um longo período para ter em mãos seu dinheiro.

Para saber mais sobre antecipação de precatórios, entre em contato conosco. E não deixe de conferir outros artigos sobre o assunto no Blog da Precato.

Precato

Matheus Alvarenga

Matheus Alvarenga é especialista em direitos creditórios, com foco em Precatórios Federais. Em 2015 ingressou no curso de graduação em Administração de Empresas na FUNCESI (Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira - MG), no ano de 2019 certificou-se pela StartSe no Executive Program, Economia e Gestão Empresarial. Atua desde 2012 no mercado financeiro, e atualmente é sócio e Gerente Comercial na Precato, empresa líder no mercado de antecipação de Precatórios Federais do Brasil, com mais de 800 milhões de reais intermediados em suas operações.

COMENTE

ARTIGOS RELACIONADOS

Precatórios com pagamento em 2022: lista já foi divulgada

A lista dos precatórios com pagamento previsto em 2022 teve sua divulgação feita pelo Ministério da Economia neste mês...

Continue Lendo >

Ofício requisitório: saiba como ele gera precatórios e RPVs

O ofício requisitório é um documento gerado após todo um processo que transitou e teve julgamento procedente. Ele é...

Continue Lendo >

Precatório federal 2021: veja lista e previsão de pagamentos

A lista com credores de precatório federal 2021 já foi divulgada pela CMO, citando os que estão previstos para...

Continue Lendo >