× Home Vidas Impactadas Carreiras Advogados Fale Conosco   search
 

Deságio: o que é, importância e como calcular [DICAS]

matheus-alvarenga
22 de fevereiro de 2021
Deságio: o que é, importância e como calcular [DICAS]

No mercado financeiro, é comum que o conceito de deságio seja associado a uma operação vantajosa, mas ele também pode proporcionar prejuízos.

Assim, é importante entender como essa condição funciona, e qual o impacto que ela pode apresentar em uma negociação.

Dessa forma, você poderá administrar os seus recebimentos com maior autonomia, e prever possíveis situações desfavoráveis.

Pensando nisso, a Precato preparou um conteúdo especial sobre deságio, o que é, qual sua importância e como calcular. Confira!

Afinal, o que é deságio?

Existem diversas definições para o conceito de deságio.

A princípio, no mercado financeiro, significa adquirir um título por um valor menor do que seu preço nominal.

Isso porque diferentes títulos são oferecidos por determinada faixa de preço, que indica o seu suposto valor. No entanto, o mercado é volátil, e cada negociação pode oscilar para valores superiores ou inferiores.

Dessa forma, ao investir em um título por um valor menor do que sua definição nominal, a aquisição teve um deságio.

Entretanto, existe outra definição aplicável para esse conceito. No caso, ele representaria a depreciação de determinada mercadoria em relação ao seu valor de mercado.

Para investidores e pessoas que adquirem um título nessas condições, existe a vantagem de obter um desconto.

Por outro lado, os proprietários desta mercadoria podem ter um prejuízo, pois a venda foi fechada por um preço menor do que o nominal.

Qual a importância do deságio nas finanças?

deságio recuperação judicial

O deságio é um dos principais conceitos que movimentam o mercado financeiro.

Isso porque esse conceito está presente em diferentes campos das finanças, como:

  • Investimentos;
  • Negociação de títulos;
  • Taxa de câmbio;
  • Ofertas no mercado.

Além disso, o deságio pode significar um desconto em relação a determinado produto, mas também desvalorização.

Assim, é importante que pessoas que atuam nessa área entendam o que ele significa e como interfere na oscilação das finanças.

Enquanto isso, o deságio é uma importante ferramenta para proporcionar ganhos para investidores e negociadores.

Afinal, trata-se de uma possibilidade de adquirir títulos por um valor inferior ao que ele vale.

Dessa forma, esse conceito também é importante para quem busca vantagens em aquisições diversas, ou, ainda, para quem procura diminuir os prejuízos em uma venda.

Entenda a relação entre deságio e precatório

A condição de deságio pode não parecer se relacionar com precatórios, mas ambos os conceitos possuem um vínculo direto.

Isso porque, a princípio, o precatório é um título de recebimento, onde o credor possui um determinado valor a receber de um órgão público.

No entanto, esse processo pode demorar meses, e até anos, para ser finalizado, o que adia o pagamento da dívida.

Uma vez que o precatório é um direito de crédito, o recebedor também pode optar por alternativas como vender o seu título.

Nesse caso, uma empresa especializada, como a Precato, realiza a antecipação da operação e permite que o credor venda seu precatório.

Entretanto, essa negociação costuma acontecer em um valor menor do que o título vale. No caso, investidores ou interessados adquirem o documento por um preço mais barato.

Assim, essa operação configura um investimento na condição de deságio, onde existe o desconto na compra do título, e uma desvalorização pela parte que fez a venda.

Essa opção permite que o credor receba o dinheiro mais rapidamente, enquanto o investidor adquire um produto com valorização e correção monetária, por exemplo, porém no longo prazo.

O conceito de deságio é aplicado nessa transação, e pode ajudar a entender a diferença entre o preço de venda e o preço nominal do título.

Conheça os tipos de deságio

deságio sinonimo

Depois de entender melhor o que é deságio, chegou o momento de conhecer alguns dos principais tipos incidentes no mercado.

Dessa forma, será possível exemplificar esse conceito e como ele atua em diferentes situações. Confira:

Deságios de ações

Como o nome indica, o deságio de ações representa a compra de um papel a um preço inferior ao seu valor patrimonial.

Isso acontece por conta de oscilações diárias, e pela volatilidade do mercado onde essas transações ocorrem.

Em um dia, uma ação pode ter seu preço desvalorizado, o que leva os acionistas a investirem por um preço mais em conta.

Dessa forma, é comum que o deságio faça parte desse cenário.

Deságios em títulos públicos

Outro exemplo de deságio em investimentos é através da negociação de títulos públicos.

Aplicações como o Tesouro IPCA+ ou a Taxa Selic permitem que o investidor adquira um título, a partir de uma taxa de rendimento.

No entanto, é possível realizar a venda deste título antes do prazo de vencimento.

Nesse caso, o Tesouro Direto pode fazer a recompra, mas pagando um valor com deságio. Ou seja, um desconto ou uma desvalorização do investimento.

Deságio nas participações societárias

Por fim, também existe a incidência do deságio em participações societárias.

Nesse caso, é conhecido como uma “compra vantajosa”, onde o sócio adquire parte das ações de um investimento por um valor baixo, enquanto os ativos líquidos são excedentes.

Ou seja, os lucros adquiridos com a participação societária superam consideravelmente o valor da associação.

Qual o valor do deságio na venda de precatórios?

A princípio, não existe um valor tabelado que determine o deságio na venda de precatórios.

Isso porque cada negociação se baseia em diferentes atributos, como:

  • Tipo do precatório;
  • Valor a receber;
  • Tempo de espera;
  • Índices de correção monetária;
  • Urgência no recebimento.

Nesse caso, o valor da compra e a diferença para o montante total da dívida podem variar positiva ou negativamente.

Entretanto, o deságio na venda de precatórios costuma oscilar entre 30% e 40% do valor total do título.

Por exemplo, um precatório de R$100 mil é vendido por R$70 mil, havendo um deságio de R$30 mil sobre o documento.

Essa porcentagem não é uma regra, mas é uma faixa comum no segmento.

Alteração no percentual de mercado

Para considerar o deságio de um precatório, é preciso levar em conta a alteração no percentual de mercado.

Esse conceito representa o impacto que a mudança de uma variável exerce sobre outra. Um dos exemplos mais comuns é a lei da oferta e da procura.

Nesse caso, uma maior demanda por um produto faz com que o preço dele se eleve, e a situação oposta também ocorre.

Assim, se um precatório possui elementos que o tornam mais favorável, pode existir uma alteração no percentual de mercado.

Isso também pode diminuir o valor de deságio, uma vez que as propostas podem se aproximar mais do preço nominal do título.

Saiba a diferença entre deságio e ágio

desagio clear

Os conceitos de ágio e deságio são igualmente usados no mercado financeiro, pois representam operações semelhantes.

Enquanto um investimento em deságio indica a compra de um título por um valor menor, a condição de ágio indica uma transação por um valor acima do preço nominal.

Ou seja, trata-se de conceitos opostos. O deságio representa uma desvalorização da compra, e o ágio caracteriza sua valorização.

Por que você deve conhecer o deságio de um investimento?

Entender conceitos como deságio é fundamental para qualquer pessoa que deseja atuar no ramo de investimentos.

Essa condição pode estabelecer uma compra vantajosa, mas também pode indicar os riscos envolvidos nos investimentos.

Além disso, o deságio pode ocorrer em diferentes situações, como, por exemplo, na venda do seu precatório.

Assim, para entender os valores envolvidos durante essa transação, é essencial saber como essa condição funciona, e procurar orientações de profissionais da área.

Com a Precato, todas as condições são explicadas por especialistas, uma delas é o deságio na venda do seu precatório. 

Entre em contato com nossa equipe e veja como realizar essa operação de maneira segura e eficiente.

Precato

Matheus Alvarenga

Matheus Alvarenga é especialista em direitos creditórios, com foco em Precatórios Federais. Em 2015 ingressou no curso de graduação em Administração de Empresas na FUNCESI (Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira - MG), no ano de 2019 certificou-se pela StartSe no Executive Program, Economia e Gestão Empresarial. Atua desde 2012 no mercado financeiro, e atualmente é sócio e Gerente Comercial na Precato, empresa líder no mercado de antecipação de Precatórios Federais do Brasil, com mais de 800 milhões de reais intermediados em suas operações.

COMENTE

Comentários

"Que bom que tenha gostado senhor Luiz, volte sempre que precisar!"

precato - 28 setembro, 2021

"Ótimas informações e bem esclarecidas gostei muito. Obrigado"

Luiz Arnaldo Napoli - 16 setembro, 2021

"Neuza, que bom que a senhora gostou, ficamos feliz por isso!"

precato - 23 julho, 2021

"Valeu, dicas ótimas."

Neuza Maria De Oliveira - 22 julho, 2021

ARTIGOS RELACIONADOS

Adiantamento de precatório: saiba como receber rapidamente

As dívidas do poder público com o cidadão crescem a cada ano. Muitas pessoas esperam receber o pagamento de...

Continue Lendo >

Precato: credibilidade na compra de Precatórios Federais

A Precato é uma referência nacional no segmento de compra de precatórios, com inúmeras soluções para auxiliar no seu...

Continue Lendo >

Compra de precatórios federais: negocie com confiança [Dicas]

A compra de precatórios federais é uma alternativa viável para pessoas que buscam novos investimentos sendo também, uma opção...

Continue Lendo >